Macela, Marcela, Camomila

Anthemis nobilis

Chamaemelum nobile

Nome científico
Chamaemelum nobile, Anthemis nobilis (Compostas)
Identificação
Erva vivaz, rasteira, com folhas verdes-esbranquiçadas, basilares, com pecíolos curtos em roseta e a corola é branca com um disco de flores amarelas reunidas em capítulos ao centro. No Verão a corola desaparece, ficando a inflorescência. A Macela aparece em campos cultivados, relvados, margens arenosas de rios e bermas de caminhos (Soares M., 2004).
A Macela é muito parecida com a Camomila vulgar (Matricaria chamomila), embora esta não seja conhecida nos Açores. A Camomila tem um cheiro mais suave e a flor é um pouco diferente (Soares M., 2004).
Propriedades e Indicações Terapêuticas
A infusão das suas flores e caules secos (ou “bagas”) tem um sabor amargo, sendo usada como tónico para estômagos dispépticos. Também é usada nas doenças de pele, como tonificante, e dos olhos, como na conjuntivite, prurido e furúnculos. O seu aroma é usado para aliviar a asma e curar as insónias (Borges A., 2004).
Uso interno
5-10 g/litro de água em infusão durante 20 min; tomar antes ou durante as refeições.
Uso externo
30-50 g/litro em infusão durante 10 min. Aplicações ou lavagens.

1 comentário:

Anónimo disse...

Muito interessante,nao sabia que tambem se podia utilizar em tratamentos da pele!
Como sempre,fazes um bom trabalho :D
Andreia.